Blog do Avallone

Palmeiras, o senhor do Dérbi.E a briga pela liderança

Roberto Avallone

1- Justíssima a vitória do Palmeiras sobre o Corinthians, no Dérbi secular.Foi o melhor time o tempo inteiro, mais especialmente no segundo tempo, com o crescimento de produção de Dudu e as perigosas investidas de Deyverson- o autor do gol da vitória, 1 a 0, desviando com o pé esquerdo um precioso centro de Marcos Rocha, vindo da direita.

E o Corinthians? Bem, na estréia de Jair Ventura a equipe não foi quase nada diferente do que vinha sendo com Osmar Loss, encolhido na defesa e quase inofensivo no contra-ataque, a tal ponto que não me lembro de nenhuma grande defesa do goleiro palmeirense, Weverton.

A impressão que se teve foi a de, muito mais pelo segundo tempo,1 a 0 para o Palmeiras foi pouco. Tanto pela busca do gol- Dudu quase fez o segundo, passando por três corintianos e acertando, em cheio, o travessão-quanto pelas dúvidas criadas em relação a dois supostos pênaltis não marcados para o Palmeiras, um em Deyverson e outro em Marcos Rocha.Na minha opinião, existiu o pênalti em Deyverson; fico em dúvida sobre o que envolveu Marcos Rocha, acho que não o teria marcado.

Mas, apesar dos nervos à flor da pele dos litigantes do clássico, o Palmeiras venceu e convenceu. Já o Corinthians, que às vezes surpreende em momentos difíceis, está jogando mal(nem Jadson apareceu bem), teve Pedrinho e Romero rendendo abaixo do esperado,viveu na defesa e, na teoria, corre risco grande conra o Flamengo, pela Copa do Brasil. Ou será que vai aprontar alguma surpresa, vindo da superação?

O Palmeiras também tem jogo por semifinal da Copa do Brasil, o Cruzeiro. Seu problema maior é com quem poderá contar no time, já que Felipe Melo e Deyverson estão suspensos: e Bruno Henrique e Borja com problemas na panturrilha. Se jogar sem nenhum centroavante é difícil, precisando ganhar em casa- a não ser que Willian comande o ataque de maneira inspirada, como se fosse o camisa 9.

Felipão foi expulso de campo, logo após colocar Willian no lugar de Deyverson, para jogar 15 minutos, Mas, reconheço: tem feito ótimo trabalho, dotou a equipe de muita vibração e seria injusto não reconhecer seus méritos.

2- Segue dura a luta entre São Paulo e Inter, Inter e São Paulo, pela liderança do Campeonato Brasileiro. E a diferença entre ambos é mínima, apenas um gol de vantagem para o Inter no saldo de gols, critério de desempate, pois ambos estão com 49 pontos,

Por quase um dia inteiro, o São Paulo tinha reassumido a liderança por bater, no sábado, o Bahia, 1 a 0, gol do melhor do time nessa partida, na minha opinião, Diego Souza. Não teve o tricolor um futebol exuberante.mas a vitória agradou a torcida de mais de 43 mil pagantes.

No domingo, no entanto, depois de jogo brigado e com não muitas chances de gol, o Inter reassumiu a liderança. E o fez ao vencer o grande rival, o Grêmio, por 1 a 0, gol de Edenilson, de cabeça, aos 14 minutos do segundo tempo. Bela campanha a do Inter, que voltou bem para a Série A, depois de ter disputado a Série B no ano passado.

Assim, com Inter e São Paulo no topo,ainda surgem, próximos, o Palmeiras com 46 pontos e o Flamengo com 44, compondo o atual G- 4. Briga muito boa pela liderança.