Blog do Avallone

O Heptacampeão Corinthians teve momentos brilhantes: 3 a 1!

Roberto Avallone

Foto: Divulgação

Como se tivesse poderes de transformação, o Corinthians saiu de um tímido primeiro tempo- em que saiu perdendo para o Fluminense por 1a 0, gol do zagueiro Henrique- para uma etapa final brilhante, sensacional: em três minutos e meio virou o jogo, com dois gols de Jô, e depois, em belo chute, Jadson complementou o placar do histórico jogo que oficializou o o título: 3 a 1.

Confesso que fiquei impressionado com a mudança da equipe de um tempo para o outro, embora haja uma explicação tática, a entrada de Jadson. Mas Clayson jogou muito, Jô foi o artilheiro que viveu talvez a sua melhor fase nesta temporada e o Corinthians mostrou que em jogo decisivo, quando quer partir ao ataque, sabe fazê-lo, E muito bem.

Talvez seja por isso que, nos momentos mais importantes, foi também neste Campeonato Brasileiro que acaba de conquistar. Só para dar um exemplo de clássicos regionais, onde a rivalidade é maior, quantos deles o Corinthians perdeu? Apenas um , para o Santos, na Vila Belmiro. Nos outros, ganhou duas vezes do Palmeiras- uma na Arena de Itaquera e outra na Arena palmeirense- venceu o São Paulo uma vez e empatou outra, e ganhou também do Santos na partida que foi disputada em São Paulo, É uma façanha considerável! Teve de jogar muito para isso.

O que significa que o Corinthians não é um time apenas defensivo, cauteloso, que joga no contra-ataque. Quando precisa, modifica seu estilo e aprendeu a atuar em jogos decisivos.

Assim, com três rodadas de antecedência, o Corinthians é Campeão. Com justiça. Soma mais uma conquista, a sétima em Campeonatos Brasileiros. Só para recordar: o Corinthians foi campeão em 1990, 1998, 1999, 2005, 20011, 2015 e (agora) em 2017. Uma coleção digna de aplausos.