PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Blog do Roberto Avallone

Novela Kardec tem até Choque-Rei no final

Roberto Avallone

25/04/2014 01h38

Face: Divulgação

Face: Divulgação

Depois de tantas nuances neste caso, não cravo qual será o desfecho no último capítulo que deve ser exibido hoje. Que novela! Com suspense igual à da "Próxima Vítima", sucesso de 20 anos atrás e que reunia um elenco de primeira- José Wilker, Lima Duarte, Tony Ramos, Aracy Balabanian, etc.

Mas posso falar de tendências, pois não? Pelo que ouvi e li- desta vez sem informação oficial- a tendência é a de que o Palmeiras vença o São Paulo e a si mesmo, arrematando junto ao Benfica os direitos de Alan Kardec, já não sei se por aqueles quatro milhões de euros combinados. Ou então igualando a suposta oferta do tricolor que teria (no condicional, pois é notícia que li já quase de madrugada) oferecido 500 mil euros a mais.

Com isso, deduzo, acontecerá o acordo entre o Palmeiras e os Kardec, pai e filho, pois sem a concordância do jogador a contratação não seria efetivada. Novela complicada, sim.

Nos bastidores, muita angústia e uma certa curiosidade. A angústia era de torcedores palmeirenses, irritados com a lentidão do presidente Paulo Nobre em resolver a questão, alguns deles mostrando-se dispostos até a cancelar o programa de sócio torcedor caso fosse infeliz o final da novela.

E a curiosidade fica por conta de que um dia antes em Maceió, o novo presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, e o agora diretor de futebol, Ataíde Guerreiro, desmentiram movimentação por Alan Kardec. Ou terei visto mal pela tevê (declarações de Aidar) ou lido mal as palavras de Ataíde? Creio que não, pois se estivessem sendo dissimulados poderiam estar à altura dos atores que citei acima, de tão competentes…

Ah, nem digo que seja falta de ética. Diria que é a prática do mercado, do futebol especialmente, onde prevalecem a rapidez e a melhor oferta. Quantos e quantos casos já aconteceram e quem, como dizia minha santa avó, "pode atirar a primeira pedra"?

Mas se é mesmo que existiu a disputa, o Choque-Rei, neste clássico não haverá empate: a não ser que dê zebra ou o autor decida mudar o final da novela, o Palmeiras vencerá o São Paulo. E pelo histórico do caso, por ter recuperado esse bom jogador que estava encostado no Benfica, com toda a justiça.

OBSERVAÇÃO: Mais informações no próximo post.

Sobre o Autor

Sou Roberto Avallone, jornalista esportivo há mais de 45 anos. Primeiro o jornal, depois o rádio; mais tarde a TV. E finalmente, a tal da internet. Troquei a velha Remington - de som marcante e inspirador - pelo mouse e teclado. Seja qual for o meio, seja qual for o ano corrente, lá estarei eu falando sobre minha grande paixão: o futebol. Tem gente que gosta do que faz. Eu faço o que gosto. A diferença parece sutil - mas não é, e faz toda a diferença. Palpitem, opinem, contestem, concordem e discordem neste blog democrático. Não prometo atualizações minuto-a-minuto, nem respostas a todas as perguntas, mas tenham a certeza de que lerei todas elas e darei o meu melhor em matéria de informações, bastidores e memórias. Sejam bem vindos, caros amigos futeblogueiros.

Blog do Roberto Avallone