PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Blog do Roberto Avallone

O Santos puxa o Mercado da Bola. E a Ponte, vice outra vez

Roberto Avallone

12/12/2013 03h08

Imagem: Internet

1- Confirmando o que já se previa, o Santos saiu mesmo na frente no Mercado da Bola. E não conseguiu qualquer coisa: efetivamente terá o goleador Leandro Damião (não importa que tenha sido comprado pelo fundo de investimentos inglês, Doyens Sports), jogador de mais de 40 milhões de reais, além de assegurar Oswaldo de Oliveira para ser o seu técnico em 2014. Além disso, falta pouco para convencer o Napoli a emprestar o ótimo atacante Vargas, que na seleção chilena faz dupla de ataque de muito respeito com Alexis Sanchez.

Com o time montado, contando ainda com estrelas como Montillo, Thiago Ribeiro e Cícero, dificilmente o Santos poderá jogar na Vila Belmiro, necessitando de um estádio bem maior para a sua torcida que deverá aumentar ainda mais.

2- Na contramão dos altos investimentos deste ano, o senhor do futebol do Corinthians, Roberto Andrade, foi realista e deixou desencantados muitos torcedores: "Inviável", disse referindo-se  a Marcelo, do Atlético Paranaense, sonho corintiano. "Inviável"- repetiu, referindo-se a Elias, tido como o segundo volante certo para preencher a lacuna deixada por Paulinho.

Se servir como consolo, creio que será acertada a contratação de Uendel, da Ponte Preta, assim como foi reiterado o interesse em Rafinha, lateral-direito do Bayern de Munique.

3- Recebi muitas mensagens de torcedores do Palmeiras, preocupados com a demora do presidente Paulo Nobre e equipe quanto aos sonhos para 2014, Centenário do clube: nenhum reforço de peso até agora contratado, nada de patrocínio na camisa (a Caixa não estava praticamente certa?), a persistência do imbróglio na Arena, sem acordo ainda com a construtora- apesar da mediação estar rolando.

Já tem gente apelando para San Gennaro. E pedindo ousadia.

4- Ou o São Paulo está a trabalhar sob absoluto sigilo ou nada de especial está para acontecer. Até agora, apenas Luís Ricardo (que completará 30 anos daqui a um mês) foi contratado o que, convenhamos, não resolve muita coisa.

A  PONTE  VIU  O  LANÚS  JOGAR.  E VENCER

Foto: Foto: Reuters

Foto: Foto: Reuters

Não há como contestar a vitória do Lanús sobre a Ponte Preta, por 2 a 0 (gols de Ayala e Blanco), pois o time argentino foi superior o jogo inteiro, levando a taça de campeão da Sul- Americana e a vaga na Libertadores.

Na verdade, a Ponte Preta jogou de forma acanhada, sem atacar e o vice-campeonato ficou de bom tamanho para ela. Sinceramente, já vi outros vices da Ponte e com equipe bem melhores. A de 1977, por exemplo, quando parecia melhor tecnicamente do que o Corinthians, embora tenha perdido por 1 a 0, gol de Basílio "Pé de Anjo"; se não me falha a memória, o time era Carlos; Piceni. Oscar, Polozzi e  Odirlei; Vanderlei Paiva, Dicá e Marco Aurélio; Lúcio, Rui Rei e Tuta.

Timaço!

Agora, enquanto a Ponte Preta viverá a sua dura realidade- Campeonato Paulista e Segundona-, o Botafogo, quarto colocado do Campeonato Brasileiro, festeja a vaga na Libertadores conquistada graças à derrota da Veterana na Copa Sul- Americana. Provavelmente com Paulo Autuori como seu novo técnico.

Sobre o Autor

Sou Roberto Avallone, jornalista esportivo há mais de 45 anos. Primeiro o jornal, depois o rádio; mais tarde a TV. E finalmente, a tal da internet. Troquei a velha Remington - de som marcante e inspirador - pelo mouse e teclado. Seja qual for o meio, seja qual for o ano corrente, lá estarei eu falando sobre minha grande paixão: o futebol. Tem gente que gosta do que faz. Eu faço o que gosto. A diferença parece sutil - mas não é, e faz toda a diferença. Palpitem, opinem, contestem, concordem e discordem neste blog democrático. Não prometo atualizações minuto-a-minuto, nem respostas a todas as perguntas, mas tenham a certeza de que lerei todas elas e darei o meu melhor em matéria de informações, bastidores e memórias. Sejam bem vindos, caros amigos futeblogueiros.

Blog do Roberto Avallone