PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Blog do Roberto Avallone

Palmeiras: Kleina fica! E como jogou Valdivia...

Roberto Avallone

09/11/2013 19h39

 

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Nem bem terminado o jogo em que o Palmeiras venceu o Joinville por 3 a 0, no Pacaembu, recebo o telefonema de um antigo e respeitado conselheiro do Palmeiras, a quem chamo de "Cardeal" para informar o seguinte: "O Gilson deve ser o técnico pra 2014. Acontecerá uma reunião entre ele e o presidente (Paulo Nobre) na segunda-feira e a tendência é a de que tudo será acertado".

O "Cardeal" diz ter informações seguras de que o nome de Oswaldo de Oliveira não foi cogitado, assim como descarta outros nomes especulados- Cuca, Luxemburgo, Abel Braga, Dorival Júnior, Vagner Mancini (que me parece um nome forte pra outra oportunidade), etc.-, uns por não estarem recomendados por seus últimos trabalhos, outros por terem compromisso com seus clubes em competições futuras e importantes.

Assim, creio que irá terminar o mistério que envolveu o clube quanto ao técnico nas últimas semanas. Embora aprendido que no futebol não se pode cravar nada antes de acontecer, acredito na palavra do "Cardeal": Gilson Kleina fica!

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

Quanto ao jogo contra o Joinville, depois de um primeiro tempo em que jogou para o gasto e venceu pelo gol de Leandro, curiosamente foi na etapa final, quando estava com dez jogadores (Leandro foi expulso), é que o Palmeiras encontrou mais espaços e jogou melhor. Foi quando, aliás, despontou o talento de Valdivia, autor de geniais enfiadas de bola para seus companheiros. Em uma delas, surgiu o gol de Juninho, o segundo do Palmeiras. E Serginho marcou o terceiro.

Assim, o Palmeiras, praticamente é o campeão da Série B. Se for depender de suas próprias forças, bastará um empate, um pontinho apenas, nos quatro jogos que lhe restam. Já a Chapecoense, para alimentar as quase nulas chances de chegar lá, teria de vencer todas partidas que terá pela frente e ainda contar com derrotas palmeirenses em todos os jogos,

Impossível, pois não?

Palmeiras, virtual campeão…

Sobre o Autor

Sou Roberto Avallone, jornalista esportivo há mais de 45 anos. Primeiro o jornal, depois o rádio; mais tarde a TV. E finalmente, a tal da internet. Troquei a velha Remington - de som marcante e inspirador - pelo mouse e teclado. Seja qual for o meio, seja qual for o ano corrente, lá estarei eu falando sobre minha grande paixão: o futebol. Tem gente que gosta do que faz. Eu faço o que gosto. A diferença parece sutil - mas não é, e faz toda a diferença. Palpitem, opinem, contestem, concordem e discordem neste blog democrático. Não prometo atualizações minuto-a-minuto, nem respostas a todas as perguntas, mas tenham a certeza de que lerei todas elas e darei o meu melhor em matéria de informações, bastidores e memórias. Sejam bem vindos, caros amigos futeblogueiros.

Blog do Roberto Avallone