PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Blog do Roberto Avallone

Hulk e o Palmeiras. Éverton(s) e o Corinthians

Roberto Avallone

05/11/2013 05h28

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

1- A notícia, que mais parece um sonho de verão, animou muitos palmeirenses: o poderoso Hulk, da Seleção Brasileira, vestiria a camisa do clube do qual já disse ser torcedor logo no Centenário do Palmeiras?

Bem, é melhor que se diga, a notícia- ou especulação- não surgiu dos bastidores palestrinos. Veio da Europa, publicada tanto pelo site francês Les Transferts como pelo jornalista inglês Saul Pope, que reside na Rússia- a terra do Zenit, o clube russo que pagou uma fortuna por Hulk e fez dele um dos mais bem pagos jogadores do mundo.

Seria uma transação impossível? Evidentemente que não acredito que ela possa acontecer, mas impossível não é, pois como seria por empréstimo nem chegaria a ser inédita. Foi assim que Vagner Love veio do CSKA para o Palmeiras em 2009 e o próprio Alan Kardec trocou o Benfica pelo mesmo Palmeiras, utilizando-se, ambos do mesmo expediente: prorrogar seus contratos com seus clubes pelo mesmo período da duração do empréstimo (um ano) e assim ninguém perdeu nada.

O diabo é como pagar o salário do jogador. Talvez com uma parceria, quem sabe. No Zenit, Hulk recebe em torno de 5 milhões de euros (15 milhões de reais) por ano. Mas, na verdade ou no sonho, seria uma espécie de presente de San Gennaro: este paraibano de 27 anos, 1 metro e 78 de altura, de canhota diabólica e titular absoluto na seleção de Felipão teria todas as condições de golear e levantar o astral da torcida do Palmeiras em data tão nobre.

Como sonhar- ou tentar- não custa nada, quem sabe esses jornalistas europeus tenham fontes confiáveis… Quem sabe?

Fotos: Divulgação/ Arte Simeão

Fotos: Divulgação/ Arte Simeão

2- Um é o Everton que já foi do Corinthians e que anda fazendo gols sensacionais pelo Cruzeiro. O outro também é Everton, o que poderá ser contratado por esse mesmo Corinthians (e que está a brilhar pelo Atlético Paranaense), pois seu contrato termina no fim do ano e o mexicano Tigres- a quem pertence- estipulou o seu preço em 3 milhões de dólares (cerca de 6, 6 milhões de reais), o que não é um absurdo.

O curioso é que ambos têm 25 anos, 1 metro e 74 de altura, são canhotos e antes de serem meias, brilharam como laterais. São bons jogadores.

Mas também são exemplos dos caprichos do futebol: o melhor deles, Éverton Ribeiro, sensação do Cruzeiro, surgiu na base corintiana, foi emprestado ao São Caetano, afirmou-se no Coritiba e deve ter sido indicado pelo seu técnico no Coxa, o agora virtual campeão brasileiro pelo Cruzeiro, Marcelo Oliveira. Como o Corinthians o deixou escapar tendo agora de correr atrás de outro Éverton?

São os eternos caprichos do futebol.

Sobre o Autor

Sou Roberto Avallone, jornalista esportivo há mais de 45 anos. Primeiro o jornal, depois o rádio; mais tarde a TV. E finalmente, a tal da internet. Troquei a velha Remington - de som marcante e inspirador - pelo mouse e teclado. Seja qual for o meio, seja qual for o ano corrente, lá estarei eu falando sobre minha grande paixão: o futebol. Tem gente que gosta do que faz. Eu faço o que gosto. A diferença parece sutil - mas não é, e faz toda a diferença. Palpitem, opinem, contestem, concordem e discordem neste blog democrático. Não prometo atualizações minuto-a-minuto, nem respostas a todas as perguntas, mas tenham a certeza de que lerei todas elas e darei o meu melhor em matéria de informações, bastidores e memórias. Sejam bem vindos, caros amigos futeblogueiros.

Blog do Roberto Avallone