Blog do Avallone

Palmeiras: Scarpa chegou! E Goulart? Corinthians: a volta de Sheik
Comentários 3

Roberto Avallone

1- Gustavo Scarpa, já contratado, foi a grande surpresa do Palmeiras nesta segunda-feira.Jogador pretendido por vários clubes, liberado judicialmente do Fluminense(que ainda deve recorrer), é rei de assistências e especialista em bola parada. dono de chute forte e com efeito.Como não o vi atuar muitas vezes, dei pouca sorte de encontrá-lo na plenitude em alguns  jogos; impossível, no entanto, deixar de reconhecer sua categoria, seu toque de bola e belos gols- um, inclusive, do meio do campo, contra o Globo. Entusiasmado,já até gravou mensagem, dizendo-se feliz por fazer parte da ''Família Palmeiras''.

A torcida do Palmeiras adorou.

E pode ficar ainda mais contente se for concretizada uma contratação muito especial.Já conto quem seria(ou será?). É que na tarde de domingo, durante um almoço, uma pessoa na qual tenho a maior confiança contou-me que tinha sabido que Scarpa e… Ricardo Goulart viriam para o Palmeiras.Em época de muitos comentários, confesso que fiquei em dúvida, quando, horas mais tarde, confirmou-se a retomada de conversas entre Palmeiras e Scarpa- anunciado, oficialmente, até no site oficial do clube, nesta segunda-feira.

Por dedução, caros amigos: se a fonte acertou em cheio na contratação de Scarpa, é muito provável que a vinda de Ricardo Goulart- que está no chinês Guangzhou Evergrande- esteja por acontecer. O futebol é dinâmico demais, as coisas podem mudar de uma hora para outra, mas o interesse do Palmeiras em Ricardo Goulart é sabido, neste ponto não é surpresa. Mas a sua contratação consumada, sim, teria o  surpreendente charme do momento.

Pode acontecer. Acontecerá?

2- E eis que Émerson Sheik está de volta ao Corinthians.Um dos heróis da conquista da Libertadores(fez os dois gols decisivos contra o Boca Juniors) e do Mundial de Clubes, ambos em 2012, Sheik tem história incontestável no Corinthians. Quem há de duvidar?

Agora, no entanto, aos 39 anos, é uma incógnita. Tem contrato curto(até junho) e, se entrar durante os jogos, acredito que, durante esses minutos, ainda poderá atuar com certa velocidade  e muita experiência.

Que seja feliz, Sheik!


Palmeiras:os implacáveis Meninos do Parque. Corinthians: reflexão
Comentários 2

Roberto Avallone

1- Há muito tempo. o Palmeiras não tinha safra tão boa em sua base. Há muito tempo, não se via, na Copinha,entre os palmeirenses, meninos tão ávidos pela vitória e insaciáveis na busca do placar: o Palmeiras venceu o Taubaté por 7 a 0, na casa do adversário, perdendo ainda muitos gols,numa exibição capaz de empolgar a torcida palestrina.

Sei lá se o futebol, sempre cheio de surpresas,permitirá que esse time palmeirense continue avançando na competição, se vai chegar à final ou se  o Palmeiras conquistará a Taça dessa Copa que ainda não tem. Como prever? Sei, no entanto, que a equipe tem padrão de jogo, vontade de vencer e várias boas promessas: o atacante Fernando,18 anos. ágil e driblador, que cai pela esquerda e quase sempre faz gol; o meia José Aldo, que não está no melhor de sua fase, mas tem futebol indiscutível(foi eleito o melhor jogador do torneio RS- que era o Campeonato Brasileiro Sub-20), o também meia Alan Guimarães- o Alanzinho- que faz belos lançamentos e chuta muito bem, de fora da área;tem também o volante Gabriel Furtado, o lateral-esquerdo Luan Cândido(16 anos) e outras promessas ainda nem tão reluzentes.

E tem também, principalmente, o espírito de conjunto ,de jogar ofensivamente, capaz de vibrar por uma goleada diante do Taubaté- junto à torcida- como se tivesse sido autor de uma façanha sem precedentes. O que ainda não foi.

Essa garra e esse futebol, no entanto empolgam a torcida! Como se fosse uma edição de ''Os Meninos do Parque'',tanto do inesquecível Parque Antártica como do moderno Allianz Parque. Animador!

2- Por mais que o saldo não tenha sido positivo e os números insatisfatórios, é preciso refletir sobre a performance do Corinthians na Flórida Cup: nas duas etapas iniciais- das partidas contra o holandês PSV Eindovhen e o escocês Rangers, o Corinthians saiu como vencedor enquanto teve em campo seus jogadores titulares( 1 a 0 diante do PSV e 2 a 0 contra o Rangers), cedendo espaço, no entanto , nas etapas finais, quando trocou o time inteiro(cedeu o empate de 1 a 1 com o PSV, ganhando a disputa nos pênaltis, e sofreu a incrível virada de 4 a 2 para os escoceses) trazendo, da competição, apenas dois pontos.

Por esse ângulo, portanto, nada de alarmante.A equipe foi bem quando teve os titulares.

Mas é preciso observar, por outro lado, que o elenco- também composto pelos reservas- deixou a desejar, mesmo sendo início de temporada. Creio que a chegada do zagueiro Henrique e a contratação de um novo centroavante- no momento, o nome mais cotado é o de Gilberto, ex- São Paulo- ah, essas novidades e mais o tempo todo para treinar devem dar mais esperanças à Fiel corintiana, ainda curtindo as conquistas do ano passado.

Arana, Pablo e Jô fazem falta, é verdade. Só que o Corinthians tem condições de substituí-los e entrar nas competições de cabeça erguida com chances de brigar em todas as disputas.

A conferir.


Caíque, herói corintiano. E quem vem no lugar de Mina?
Comentários 4

Roberto Avallone

1- Não que o jovem Caíque tenha feito algo de extraordinário. Mas o que fez,além de duas belas defesas no segundo tempo contra o PSV Eindhoven- o líder do Campeonato Holandês-eledefendeu um pênalti das 5 cobranças holandesas, o que garantiu a vitória e dois pontos ao Corinthians- um pelo empate, dois pela vitória nas cobranças de pênaltis ( 5 a4)-, pois a partida, em seu tempo regulamentar terminou empatada, 1 a 1.

Foi o primeiro jogo do Corinthians no ano e a sua estréia na Florida Cup. Também pode sder considerado um teste. Isso porque o Corinthians trocou seus 11 jogadores no intervalo, enquanto o PSV mudou radicalmente seu time da metade do segundo tempo em diante.Enquanto jogaram os titulares, na etapa inicial, o Corinthians foi até melhor do que se esperava, embora sentisse a falta de ritmo, armado no 4-1-4-1, e tendo como novidade principal o lateral-esquerdo Juninho Capixaba(que é meia de origem,agoira adaptado à lateral), habilidoso no drible e ainda com certas dificuldades na marcação;

No segundo tempo, porém, o PSV foi para cima e nos minutos finais pressionou muito até que, aos 47 minutos dessa etapa final, Lammers empatou a partida, depois  de um bate- rebate na área. Caíque já tinha feito duas bolas defesas.

Na decisão por pênaltis, apenas uma cobrança desperdiçada. Aliás, defendida. E por Caíque França, o jovem goleiro que defendeu a bola chutada por Lammers, em seu canto esqquerdo.

Foi, assim, o herói do jogo.

2- Nesta tarde de quarta-feira,quando ainda rolavam os comentários sobre as divergências entre Palmeiras e Barcelona para liberar Mina, um respeitável conselheiro me disse: ''Está tudo certo. O Minha será mesmo vendido''.

E assim foi como disse o conselheiro sobre a negociação de 48 milhões de reais(o Palmeiras ficará com 80 por cento, deduzo que em torno de 38 milhões de reais), embora, como se esperava,perca o seu melhor zagueiro. As cifras não foram ditas e nem comentadas pelo conselheiro, apenas a certeza de que Mina seria mesmo vendido(como foi) e uma dúvida: '' Se o Palmeiras vai atrás de outro zagueiro.Pode até ser. Mas quem?

Esse quem é a grande dúvida do momento. Seria para agora? Ou agora talvez fosse melhor dar chance para os muitos zagueiros que já estão clube? Se o diagnóstico for a necessidade de contratação para o setor, é bom saber que não há nenhum Mina sobrando do Mercado da Bola, mas existem bons nomes:Miranda ou Gil, por exemplo… Miranda, 33 anos, 43 jogos pela Seleção Brasileira, atualmente na Inter de Milão, apesar da idade é considerado um jogador de boa velocidade a atua mais pela esquerda da área; Gil, 30 anos, que também já foi convocado várias vezes para a Seleção Brasileira, foi campeão brasileiro pelo Corinthians em 2015 é nome suficientemente conhecido.

Contratações difíceis, é verdade. Mas já que se fala em substituir Mina, um senhor zagueiro… Quem sabe?


No Mercado da Bola: Pratto, Mina, Rueda e sonhos futuros
Comentários 4

Roberto Avallone

Ao batucar de volta neste espaço, eis que encontro um Mercado da Bola agitado, com confirmações e surpresas, que podem ser um indício de que muto mais está por vir.São os chamados sonhos futuros. Por enquanto, lá vai:

1- E Lucas Pratto vai mesmo para o River Plate, em uma cara negociação(segundo dizem, em torno de 43 milhões de reais), na qual, sinceramente, surpreendeu pela quantia. E também porque foi anunciada um depois de o São Paulo ter contratado Diego Souza- talvez até para fazer as funções de Pratto, embora como ''falso 9″- e poucos dias após a saída de Hernanes, '' O Profeta'', melhor jogador do tricolor no returno do Brasileirão 2017.

Se Pratto, muito bom jogador, não foi exatamente o artilheiro esperado, é certo que jamais deixou de ser peça importante no time do São Paulo, abaixo apenas de Hernanes. Diego Souza pode compensar a perda, pois é habilidoso, arremata muito bem e é exímio cabeceador.Mas ainda está faltando gente- talvez Scarpa(em disputa judicial com o Fluminense) ficando um ponto de interrogação sobre Robinho(aceito pela Comissão Técnica), 33 anos,hoje talvez mais um meia do que atacante e de indiscutível identificação com o Santos.

De qualquer maneira, deve surgir novidade por aí.

2- Lá se vai para o Barcelona um senhor zagueiro, grande no futebol e na estatura(1 m95), um dos melhores que já atuaram na posição pelo Palmeiras. Falo, é claro, de Yerri Mina,23 anos, que custará ao Barcelona-para este um preço até modesto(12, 3 milhões de reais, cerca de 46 milhões de reais) pelo que ele pode representar no futuro e diante de uma transação, digamos, de um ótimo Philippe Coutinho, em torno dos 633 milhões de reais.

Mas a ida de Mina já estava acordada desde que Yerri veio para o Palmeiras, em 2016. Depois, ficou acordado que Mina só partiria após a Copa do Mundo, o que não aconteceu em função de problemas dos zagueiros do Barça (contusão e saída), de tal maneira que para o Palmeiras acabou sendo bom negócio, pois entre perdê-lo em alguns meses ganhando menos e saindo agora, por um preço maior, melhor assim. Dará tempo, no minimo para o entrosamento dos que vão ficar.Não só dos que permanecerem, mas tempo também para o técnico Roger Machado observar os zagueiros que tem às mãos e, se necessário, solicitar reforços para o setor. Já ouvi os tais ''sonhos futuros'' de torcedores falando em Gil  (ex- Corinthians), Miranda (da Inter de Milão) e como terceira opção o zagueiro Pablo, do Bordeaux(campeão brasileiro pelo Corinthians)-este, talvez o mais disponível, embora  menos sonhado

E como lembrança: entre os zagueiros que o Palmeiras já tem, há uma esperança de que se consolide, em tempos não muito distantes, um zagueiro muito valioso: Pedrão, 20 anos,futebol preciso e a mesma estatura de Mina, 1 m95.  Só que, por enquanto, Pedrão é uma boa promessa.

3- Eis uma novela que terminou ao contrário do que este blogueiro esperava: o colombiano Reinaldo Rueda preferiu sair do Flamengo- com quem tinha contrato até o final de 2018- para i treinar a Seleção do Chile. Talvez para Rueda seja menos problemático, pois entre dirigir um time de imensa torcida e que deseja os títulos ou uma Seleção para tentar a classificação para a Copa de 2022, com 4 anos  para trabalhar, talvez seja mais confortável. Talvez, pois falo por dedução.

Ágil, o Flamengo já contratou Paulo César Carpegiani para o lugar de Rueda. Dono de ótimo currículo, inclusive o técnico campeão do mundo pelo Fla em 1981 (vitória sobre o inglês Liverpool, 3 a 0), Carpegiani tambem foi um grande jogador, no Inter, no Fla e a Seleção Brasileira.

Pode dar certo- por quê não? Para todos os envolvidos nesta curta, mas intensa novela.


Pausa
Comentários 2

Roberto Avallone

O blogueiro fará uma pausa nestes dias. E deseja a todos, além dos tradicionais  votos de boas festas, a esperança que 2018 nos reserve dias de tenacidade, paz e felicidade.Grande abraço.


Lições do Real Campeão
Comentários 5

Roberto Avallone

Foto: Reuters

Não há o que se discutir: o Real Madrid é o campeão do Mundo entre os clubes e sequer foi incomodado pelo valente Grêmio no final da competição. Ganhou só por 1 a 0- naquele gol de falta de Cristiano Ronaldo-, mas, apesar do esforço e da dedicação do Grêmio- poderia ter vencido com placar mais elástico, pois sua superioridade técnica foi imensa, diante de um adversário com extremos cuidados defensivos (Geromel foi um grande destaque),embora sem o poder de assustar o goleiro Navas.

Surpresa? Nenhuma. O Real, com seu elenco milionário- e com Cristiano Ronaldo e Modric (o melhor da partida)- era mesmo o favorito e venceu com extrema naturalidade.Apenas se esperava que o Grêmio, campeão da Libertadores, atacasse um pouco mais. Até para dar mais trabalho, para deixar o jogo mais emocionante. Não conseguiu.

Constatação? Sim.A confirmação de que é abismal a diferença do poderio de uma equipe como a do Real – campeão da Champions League- sobre os times de outros continentes, no que ajuda muito, é claro, a diferença das condições financeiras em relação os que ousam lutar sem os mesmos recursos pelo título de campeão. Coisa que, em outros tempos, não existia, em especial na época em que jogadores (no Brasil, especialmente) costumavam não ir em tão larga escala para o Exterior.Impossível esquecer o Santos de Pelé, o Flamengo de Zico, o São Paulo de Rogério Ceni, o São Paulo de Rogério Ceni, o Grêmio do endiabrado Renato Gaúcho (dois gols contra o Hamburgo) e sem se falar no Corinthians de Guerrero, até mesmo o heroico Inter de Adriano Gabiru.

Isso, no entanto, é História.

Agora,os não europeus, se tiverem mercado, dificilmente continuam em seus países. Ou quase nunca ficam. E surgem como ''azarões'' nesse tipo de competição, pois como disse Renato Gaúcho '' são 11 contra 11 e umas bola''.Quer dizer: em jogo único tudo pode acontecer- já tivemos finalistas como o Mazembe, o Casablanca, o Kashima Antlers- mas a última lembrança campeã foi a de 2012, quando o Corinthians derrotou o Chelsea, na final, por 1 a 0, gol de cabeça de Guerrero.

Foto: Reuters

Sei lá por quanto tempo dependerão os clubes não europeu dependerão das circunstâncias ou '' de uma bola'' para poderem levantar a Taça de Campeão do Mundo.Não tenho bola de cristal para prever. Mas, pelo andar da carruagem,a realidade apontará para os grandes da Europa o amplo favoritismo das conquistas.

É a tendência, sem dúvida.


O Grêmio, finalista. E o Mercado da Bola
Comentários 2

Roberto Avallone

Foto: Reuters

1-  Não foi fácil, aliás nada fácil. Mas- depois de um jogo que terminou zero a zero durante seu tempo regulamentar- na prorrogação, o Grêmio venceu o mexicano Pachuca, 1 a 0, com golaço de Éverton!- e já  é finalista do Campeonato Mundial de Clubes. Provavelmente contra o poderoso Real Madrid, que enfrenta nesta quarta-feira o Al Jazira, com amplo favoritismo.

Minha santa avó, no entanto, já me dizia que ''jamais para cravar nada''. Afinal, no futebol, quantas vezes a lógica e o talento já foram vencidos pelas circunstâncias?  Cautela e lembranças à parte, é claro que tudo indica para uma grande decisão , no sábado, entre o Grêmio de Renato Gaúcho e o Real de Cristiano Ronaldo.

Diante do Pachuca, o Grêmio só foi ele mesmo na prorrogação. No primeiro tempo, morno e controlado pelas defesas, o Grêmio criou pouco, errou muitos passes e o Pachuca até teve duas boas oportunidades, com o meia Honda sendo bloqueado, no momento certo, por Cortez; no segundo tempo, Renato fez algumas alterações, trocando Michel e Lucas Barrios por Éverton e Jael, tornando o time mais ágil. Mas nada que incomodasse demais o veterano e baixinho goleiro Pérez.

Na prorrogação, no entanto, o Grêmio fez o gol logo aos cinco minutos, com o golaço de Éverton- driblou o marcador e chutou no alto do canto esquerdo de Pérez-, controlou a partida, ainda teve Leonardo Moura no lugar de Edílson, teve gol anulado (justamente) de Jael e outro perdido por Luan. E exibiu um bom preparo físico.

Agora, que venha a final!

Imagem: Internet

2- Ainda em fase de muitas negociações e especulações, o Mercado da Bola dá sinais de ficar mais agitado:

a) No Palmeiras, a torcida começa a ficar mais animada com a possibilidade   de ter como reforço Ricardo Goulart(bicampeão brasileiro pelo Cruzeiro, em 2013 e 2014), autor de 82 gols em 133 jogos pelo chinês Guangzhou Evergrande. O interesse palmeirense por ele já se sabia, mas a novidade contada, por telefone, ao jornalista Alexandre Lozetti(do site Globo Esporte. com) é a de que ele já revelou aos chineses seu desejo de voltar ao Brasil. O que pode, quem sabe, facilitar a transação. Goulart é excelente atacante.

No Palmeiras, também, segundo o gerente Cícero Souza, está confirmado o interesse por Gustavo Scarpa, do Fluminense. Há a chance, segundo a mídia espanhola, de o Barcelona pretender levar Mina já em janeiro(o trato é após a Copa do Mundo) enquanto se fala na contratação de Pedrão(com longo contrato)junto ao Água Santa. Trata-se de zagueiro muito promissor.que foi campeão paulista pelo Sub-20, e tem altura semelhante à de Mina- l m e 94.

b) No São Paulo, tem-se como praticamente assegurada a permanência de Jucilei (ex- Corinthians), que veio do futebol chinês e que neste ano foi muito bem no meio-campo tricolor, formando dupla com o craque Hernanes. Jogador muito importante parta os planos do técnico Dorival Júnior. Há expectativa, ainda, pela contratação do goleiro Jean, do Bahia. E também um sigiloso interesse por Scarpa.

c) No Corinthians, além das contratações já acertadas de Júnior Dutra e Renê Jr., deverá acontecer investida sobre o atacante colombiano Tréllez, vinculado ao Vitória, de bom porte físico e que marcou 10 gols no Campeonato Brasileiro, Nas vezes em que vi jogar esse centroavante, ele foi bem.

d) No Flamengo, uma nova especulação que pode se transformar em realidade: Gabigol(ex- Santos), que não teve bom período na Inter de Milão e pouco tempo no Benfica para exibir suas qualidades de goleador e de canhota mortal. Pode ser utilizado até como '' falso 9″, especialmente agora em que Guerrero foi punido com um ano de suspensão.denunciado por doping. embora clame por sua inocência. Conseguirá provar ou reduzir a sua pena? Se não provar, desfalcará o Flamengo e também a Seleção do Peru na Copa do Mundo

Enfim, é o começo de agitação maior do Mercado da Bola que deve ficar cada dia mais agitado.


Palmeiras: vice-campeão, apesar de perder feio. Otero: o rei das faltas
Comentários 8

Roberto Avallone

1- O sistema defensivo do Palmeiras falhou de maneira inacreditável: sem postura, sem cobertura, com falhas individuais, permitiu ao Atlético Paranaense marcar três gols em 33 minutos no primeiro tempo, 3 a 0! E esse foi o placar da partida, com méritos para o Furacão- o time dos contra-ataques mortais- e motivo de muita reflexão para o técnico que vai assumir, Roger Machado, pois atacar é preciso, mas sem marcação  firme e posicionamento adequado é impossível resistir.

Como o futebol é curioso, mesmo assim, por ter sido eficiente no ataque ao longo do Campeonato, o Palmeiras é o vice-campeão brasileiro, pois os resultados dos concorrentes o favoreceram: o Santos apenas empatou com o Avaí(1 a 1), na Vila Belmiro, enquanto o Grêmio- já pensando no Mundial de Clubes- mandou a campo os seus meninos(nem Renato Gaúcho comandou a equipe) para o jogo contra o Atlético Mineiro; mesmo assim, os meninos deram muito trabalho, jogando mais ou menos no estilo dos titulares(o que também ser mérito de Renato Gaúcho), perdendo por 4 a 3, graças a Otero(deste falo mais tarde).

Logo, com os resultados desfavoráveis de Santos e Grêmio, o Palmeiras ficou com o segundo lugar, apesar da péssima partida diante do Furacão e da derrota(mais do que feia) por 3 a 0. Palmeiras e Santos terminaram empatados em pontos(63) mas os palmeirenses ficaram na frente do Santos por número de vitórias- 19 a 17.

Falhas de posicionamento à parte, ficou evidente que o Palmeiras precisa de um lateral-direito para ontem. além de uma revisão no posicionamento defensivo e da recuperação de alguns jogadores que já estiveram em melhor fase´-até Mina, que considero um senhor zagueiro, falhou, enquanto Michel Bastos não convence na lateral-esquerda  e Luan joga mais quando está pelo lado direito da área.

Problemas para Roger Machado resolver.

2-  Ele tem futebol, sim, mas é mágico nas cobranças das faltas. Falo de Otero, do Atlético Mineiro, autor de dois golaços com esse tipo de cobrança contra o Grêmio, na vitória do Galo sobre os meninos do Grêmio, por 4 a 3: especialmente o segundo desses golaços, o que deu a vitória ao Calo, com Otero batendo quase da linha lateral, pela esquerda, com força, graça e muito efeito. Impressionante!

É claro que já vimos grandes batedores de faltas- a lista é enorme, motivo pelo qual cito apenas alguns como Marcelinho Carioca, Neto, Zico,Jair Rosa Pinto(que vi jogar no fim da carreira), Pepe , Rivellino e muitos outros-mas Otero, não que seja melhor do que os Gigantes da bola parada, tem um jeito especial de bater na bola, de qualquer posição, de qualquer distância, transformando-se esse venezuelano em um espetáculo à parte.

Eu não queria ser o goleiro no momento em que Otero bate na bola, batendo uma falta, ainda que  de longe ou sem muito ângulo.


Grêmio, campeão da Libertadores! E o Mercado da Bola
Comentários 2

Roberto Avallone

Foto: Reuters

1- Na verdade, a vitória gremista foi mais fácil do que se esperava. Sem qualidade para dar sufoco, ansioso, com erros primários em sua defesa, o Lanús foi presa fácil para o Grêmio, que venceu por 2 a 1- gols de Fernandinho, Luan e Sand- e ainda  teve seu excelente goleiro Marcelo Grohe obrigado a fazer uma única grande defesa. Aliás,para para a alegria da imensa torcida do Grêmio , uma comemoração histórica: esta é a terceira vez que o Grêmio conquista a Taça Libertadores, sendo, pois, tricampeão, depois de disputar cinco finais.

Quanto ao jogo desta quarta-feira,a ansiedade prejudicou o time do Lanús, tecnicamente já bem inferior ao Grêmio, com a situação agravada pelo nervosismo: no primeiro gol, falha terrível da zaga argentina. no meio do campo, da qual se aproveitou Fernandinho, que arrancou em velocidade e chutou- de esquerda- forte e seco para as redes argentinas; no segundo gol, um belo gol de Luan! Ele invadiu a área do Luan, nenhum zagueiro tentou lhe dar o bote e, perto do goleiro, deu uma ''cavadinha'' que só os craques sabem fazer; e o gol de honra do Lanús, surgiu de um pênalti (existente) em Acosta, transformando em gol pelo veteraníssimo Sand.

Enfim, uma vitória tranquila, fácil, sem necessidade de show. O suficiente para a torcida gremista festejar como nunca e aguardar, com esperança. o Campeonato Mundial de Clubes.

Parabéns , Grêmio!

Imagem: Internet

2- O Mercado da Bola vai se intensificar logo após o fim do Campeonato Brasileiro. Na próxima semana, pois. Por enquanto, chama a atenção:

a)  A fala de Roger, novo técnico do Palmeiras. calmo e comedido, dizendo que já tem 90 por cento do elenco par a próxima temporada. Ao elenco, com  certeza, estará agregado o nome de Lucas Lima, meia que pode impulsionar o meio-campo do time. Segundo um conselheiro respeitável, Fernando Prass renovará (ainda não o fez) e não é certeza a vinda de Weverton.

b) Leio que o Santos quer Abel Braga para seu técnico na próxima temporada. Bom nome, gosta de trabalhar com meninos da base, mas considero difícil a sua vinda, pois nem Palmeiras e Inter conseguiram acertar com ele. Abel costuma respeitar seus contratos e ele ainda tem um ano pela frente no Fluminense.

Aguardemos.

c) Curiosa a situação do zagueiro Pablo; não entrou em acordo financeiro com dirigentes do Corinthians (dizem que pediu demais), embora tenha sido um dos pilares da defesa do campeão brasileiro, especialmente no primeiro semestre e um pouco depois. Não vou dizer que se trata de um super-craque, não, mas teve um ano de bons desempenhos e, por mero palpite, acredito que não voltará a defender o francês Bordeaux e deverá jogar por uma grande equipe brasileira na próxima temporada.


Keno levou o Palmeiras à vitória.E Lucas Lima está bem próximo
Comentários 6

Roberto Avallone

1- Keno acabou com o jogo. Apenas isso. Ah, contra o Botafogo ele foi um ponta endiabrado, impossível de ser marcado no memorável segundo tempo: fez a assistência no primeiro gol, marcado por Dudu(a bola, antes, desviou levemente em Borja), tirando o marasmo da partida: depois, em jogada genial, ele fintou o marcador coma perna direita e emendou de canhota para o alto do canto esquerdo de ''Gatito Fernandez''.

Pronto: estava estabelecido o placar do jogo- 2 a 0- e festejado o salto do Palmeiras para a segunda colocação do Campeonato Brasileiro- o que pode ser confirmado ou não no fim de semana, pois o Palmeiras está apenas um ponto à frente de Grêmio e Santos, sendo decisiva a última rodada até na luta pelo vice-campeonato.

A importância do futebol de Keno é ainda maior, pois não era fácil entrar na defesa do Botafogo e o primeiro tempo foi morno demais. Depois da assistência e do gol de Keno, no entanto, o segundo tempo foi uma festa para o Palmeiras, que poderia ter ampliado o placar estivesse Borja em noite mais inspirada. Houve emoção.

E a emoção não parou no fim do jogo, pois continuou com o grande Zé Roberto ,43 anos, fazendo sua despedida da torcida palmeirense, já que decidiu se aposentar: ele foi abraçado pelos companheiros, jogado para o alto em saudação, com a mesma dignidade com que atravessou sua carreira brilhante. E de profissional exemplar. Ainda por cima, como exemplo de vitalidade, deu a volta olímpica, acenando para o estádio inteiro.Pena que fosse o adeus.

2- Definida como ''está bem encaminhada'' por Neymar da Silva Santos- pai do Neymar da Seleção- a situação de Lucas Lima não sugere outro desfecho que não seja o Palmeiras. Neymar pai, o pai de Lucas Lima, Roberto, o empresário André Cury e um advogado  da NN estiveram no Palmeiras na tarde desta quinta-feira; depois, foram assistir ao jogo na Arena do Palmeiras.

O Santos já foi notificado pelo Palmeiras da intenção de negociar com o jogador(regra obrigatória- talvez o pré-contrato) mas disse Neymar pai que o contrato mesmo- assim com os tradicionais exames médicos- só poderia ser assinado em janeiro, após terminar o compromisso do meia(no fim do ano) com o Santos.

Assim, creio, Lucas Lima será mesmo do Palmeiras- a não ser que se tenha uma reviravolta surpreendente. Na minha opinião, trata-se de um grande reforço para o time, não só pelo futebol  que Lucas Lima normalmente exibe, como também pela possibilidade de recuar Moisés para segundo volante, onde ele rende mais.

Aguardemos.