Blog do Avallone

Bons sinais para o líder São Paulo. E a marca de Deyverson

Roberto Avallone

 

Foto: Paulo Pinto / saopaulofc.net

1- Só por algumas horas a liderança do Campeonato Brasileiro passou do São Paulo para o Inter- que jogara na manhã de domingo. Depois, bem, depois o São Paulo voltou a ser o líder do Campeonato, ao bater , à noite, a Chapecoense, por 2 a 0 (gols de Shaylon e Hudson), diante de 41.075 pagantes no Morumbi.

Não houve grande futebol, mas a vitória até que foi justa. Liderança recuperada e alguns dados estatísticos que animam  ainda mais a torcida tricolor. Por exemplo: desde o começo da era dos pontos corridos, em 2003, apenas três equipes que terminaram o primeiro turno na liderança deixaram de levantar a Taça dos Campeões- o Grêmio, em 2008, o Inter em 2009 e o Atlético Mineiro em 2012. Todas as outras foram campeãs.

E nesse aspecto curioso, então, o tricolor está muito bem: o São Paulo ganhou o título simbólico de '' campeão do turno''. Se a estatística valer…

Números do passado à parte,eis que vamos para outros bons sinais: os da eficiência, dos bons resultados, da campanha realizada. Pois nesta campanha,o São Paulo perdeu apenas duas partidas, sendo uma para o Grêmio, em Porto Alegre,e a outra para o Palmeiras,na Arena adversária. Venceu- e isso é muito importante- concorrentes diretos fora de casa, como. por exemplo, o Flamengo, no Maracanã e o Cruzeiro, no Mineirão, assim como derrotou o arquirrival Corinthians, no Morumbi, 3 a 1, quando chegou a estar ganhando por 3 a 0.

Sei lá quais foram exatamente as cabeças iluminadas que arrumaram o time do São Paulo. O processo deve passar pelo técnico Aguirre, que deu consistência à defesa; passa também por Raí e Ricardo Rocha(além de Lugano) que entendem muito de futebol e que souberam contornar situações, ajudando a contratar a experiência de Diego Souza e Nenê e mais uma penca de bons jogadores sem gastar fortunas.

O São Paulo tem um esquadrão? Não. É um time para dar shows e espetáculos? Também creio que não. Pode ser campeão brasileiro? Pode, isso pode, como mostra a sua campanha no primeiro turno e a competência em quase todos os jogos, tornando-se candidato ao título do Brasileirão de maneira muito consistente.

São bons , sem dúvida, os sinais do São Paulo.

Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

2- Como se fosse o resultado de magia futebolística, eis que Deyverson, atacante do Palmeiras, transformou-se de jogador criticado a herói e artilheiro da equipe,principalmente desde que comandado por Felipão:neste domingo, diante do Vitória, em Salvador, Deiverson foi autor de dois gols-um de pé direito e outo em cabeçada fulminante, após escanteio cobrado por Dudu. Além disso, teve ótima atuação quase o tempo inteiro no triunfo sobre o Vitória, 3 a 0( oitro gol foi marcado por Dudu)

Claro que não se trata de magia ou estranha metamorfose. Trata-se , simplesmente, da autoconfiança resgatada,da liberdade de jogar como sabe e gosta- e aí pode entrar Felipão em ação,pois sempre cultivou o hábito de jogar com centroavante na equipe, aproveitando a característica de cada um.Há  uma semana, num domingo. Deyverson já tinha feito o gol da vitória palmeirense no Allianz Parque, diante do Vasco,1 a 0.

E, no ano pasasado, Deyverson já tinha ensaiado uma reação parecida ao marcar 4 gols em 2 jogos, sendo dois deles contra o Flamengo. Depois, se não me falha a memória, ficou esquecido entre contusões e amargas críticas que pareciam intermináveis.

Quem é o verdadeiro Deyverson? Acho que é este, da atual fase: tem rapidez, uma canhota muito boa e é um perigo no jogo aéreo. Sem luxo, sem firulas, acho que este centroavante vai emplacar.