Blog do Avallone

Será que Carille vai mesmo? E Diego Souza decidiu o clássico

Roberto Avallone

1- Não é por culpa do treinador,pois em momento algum- pelo menos publicamente- ele disse que iria embora do Corinthians. Apenas não negou os rumores da proposta que deveria chegar, coisa normal para quem foi campeão pelo Corinthians de três torneios importantes- um Campeonato Brasileiro e dois paulistas. Algumas pessoas próximas ao técnico- não vi a entrevista de seus pais–davam a entender que uma oferta boa viria por aí e que parecia irrecusável.

Neste domingo, no entanto, o suspense continuou com uma novidade:um jornal da mídia árabe, cravou que o novo técnico do Al- Hilal seria o português Jorge Jesus, que estaria insatisfeito no Sporting, equipe derrotada pelo Maritimo e fora da próxima Champions League, sofrendo clube a invasão de torcedores zangados e encapuzados, dispostos a enfrentar jogadores, seguranças e o próprio técnico Jorge Jesus. Que confusão!

Ontem, domingo, então,a situação piorou;na finalissima da Taça de Portugal, o Sporting voltou a perder, desta vez para o Aves, 2 a 1, ficando o adversário com a Taça de Portugal. Nada para o Sporting de Jorge Jesus. Esses fiascos poderiam, paradoxalmente, facilitar a ida do técnico para o Al- Hilal.

Por sua vez, após o jogo com o Sport, no Recife,empate de 1a 1- gols de Roger, de cabeça, e Carlos Henrique, Carille voltou a falar que não tem em mãos uma proposta oficial do Al Hilal. Se ela vier, promete analisá-la e definir se vai ou  se  fica.

E nada mais…

2-Futebol é pródigo nessas transformações: de contestado por alguns do São Paulo(dizem que quase foi para o Vasco), Diego Souza, ainda bom jogador, ensaia uma recuperação em alto estilo e vai dando sia volta por cima. Titular, dono da camisa número 9, ele foi o herói da vitória tricolor sobre o Santos, por 1 a 0: foi Diego o autor do gol da vitória, de cabeça, escorando com perfeição um centro de Éverton, vencendo a disputa aérea com David Braz.

Sempre gostei do fitebol de Diego Souza. bom no drible e nos arremates, chegando até a fazer um gol do meio do campo(em 2009, pelo Palmeiras, contra o Atlético Mineiro) acreditando, no entanto, que poderia render mais como meia-atacante, tendo mais espaço. Atualmente, porém, como o tempo passou, já acho que Diego Souza pode ser, sim, o ''falso 9'' que Tite já quis para a Seleção Brasileira.

Agora, Diego é um exímio cabeceador. Que tenha boa sorte.