Blog do Avallone

Palmeiras vence o Santos e é o líder geral. Corinthians, sem sustos

Roberto Avallone

Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

1- Ao vencer o Santos, por 2 a 1 (gols de Antonio Carlos, Borja e Renato), diante de um público de quase 38 mil pagantes em sua Arena, o Palmeiras confirmou não só a liderança de seu grupo como também a de líder geral do Campeonato Paulista: com aproveitamento de 100 por cento, cinco triunfos em cinco jogos, o Palmeiras tem 15 pontos, com dez gols marcados e três sofridos.

Não poderia ter sido melhor o começo de Roger Machado como técnico da equipe.

Quanto ao clássico em si, diria que o Palmeiras venceu o Santos com autoridade, sem passar por grandes sustos, embora não tenha exibido um futebol extraordinário. Mas foi suficiente. No começo, a equipe de Roger encurralou o Santos, fez gol logo aos dois minutos (Antonio Carlos, de cabeça) e mandou uma bola na trave esquerda de Vanderlei, através de magistral cobrança de falta, quase sem ângulo de Lucas Lima.

Esse furor durou pouco mais de dez minutos. Depois, ah, depois o Palmeiras levou o jogo em ''banho maria'' e deixou o Santos ter posse de bola e avançar na tentativa do empate. Só que o Santos se ressentia demais velocidade, de talento individual e pouco ameaçou Jaílson, a não ser em cabeçada certeira que obrigou o goleiro do Palmeiras a fazer ótima defesa. Só.

No segundo tempo, o Palmeiras voltou mas aceso, desperdiçou boa oportunidade com Borja, mas ele mesmo, Borja, marcou o segundo gol com apurado senso de oportunismo e finalização: Willian ensaiou grande jogada, passou por dois marcadores  e quando deu toque largo para passar pelo terceiro, Borja aproveitou a brecha e chutou de surpresa, no canto esquerdo de Vanderlei. 2 a 0.

Depois disso, no entanto, o Palmeiras voltou a adotar a cautela, com Felipe Melo em fase impressionante e disposto a cortar tudo, mas o Santos decidiu atacar com tudo.Sem êxito, no entanto, a não ser no gol marcado por Renato, que teve origem em jogada irregular: a bola tinha saído de campo, claramente(seria escanteio), mas isso não foi observado pela arbitragem; a jogada continuou, com centro da esquerda para cabeçada fatal de Renato. 2 a 1.

Roger fez algumas mexidas como Keno no lugar de Dudu(que não estava inspirado), Bruno Henrique no lugar de Tchê- Tchê e Scarpa ocupando, no fim, o lugar de Lucas Lima-este, voltando a fazer boa partida; o Santos teve omo principal tentativa, a entrada de Rodrygo, menino de 17 anos e candidato a xodó da torcida santista.

Não aconteceu mais nada importante. O Santos não tinha força ofensiva e o Palmeiras controlou o jogo, garantindo a vitória no clássico e a liderança absoluta.

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

2- O Corinthians conseguiu tranquila vitória sobre o Novorizontino, na casa do adversário;Foi só 1 a 0, gol de cabeça do zagueiro Pedro Henrique. Mas o placar poderia ter sido mais amplo já no primeiro tempo, pois antes de inaugurar o marcador, Rodriguinho já tinha perdido gol feito e Júnior Dutra, pela esquerda, em arrancada, também perdera boa chance por ter chutado muito fraco, cara a cara com o goleiro.

Valeu pela vitória, no entanto, para o Corinthians. Com o triunfo o Corinthians chega aos 12 pontos, com folgada liderança em seu grupo e na vice- liderança geral do Campeonato Paulista,t rês pontos atrás do Palmeiras.