Blog do Avallone

No Mercado da Bola: Pratto, Mina, Rueda e sonhos futuros

Roberto Avallone

Ao batucar de volta neste espaço, eis que encontro um Mercado da Bola agitado, com confirmações e surpresas, que podem ser um indício de que muto mais está por vir.São os chamados sonhos futuros. Por enquanto, lá vai:

1- E Lucas Pratto vai mesmo para o River Plate, em uma cara negociação(segundo dizem, em torno de 43 milhões de reais), na qual, sinceramente, surpreendeu pela quantia. E também porque foi anunciada um depois de o São Paulo ter contratado Diego Souza- talvez até para fazer as funções de Pratto, embora como ''falso 9″- e poucos dias após a saída de Hernanes, '' O Profeta'', melhor jogador do tricolor no returno do Brasileirão 2017.

Se Pratto, muito bom jogador, não foi exatamente o artilheiro esperado, é certo que jamais deixou de ser peça importante no time do São Paulo, abaixo apenas de Hernanes. Diego Souza pode compensar a perda, pois é habilidoso, arremata muito bem e é exímio cabeceador.Mas ainda está faltando gente- talvez Scarpa(em disputa judicial com o Fluminense) ficando um ponto de interrogação sobre Robinho(aceito pela Comissão Técnica), 33 anos,hoje talvez mais um meia do que atacante e de indiscutível identificação com o Santos.

De qualquer maneira, deve surgir novidade por aí.

2- Lá se vai para o Barcelona um senhor zagueiro, grande no futebol e na estatura(1 m95), um dos melhores que já atuaram na posição pelo Palmeiras. Falo, é claro, de Yerri Mina,23 anos, que custará ao Barcelona-para este um preço até modesto(12, 3 milhões de reais, cerca de 46 milhões de reais) pelo que ele pode representar no futuro e diante de uma transação, digamos, de um ótimo Philippe Coutinho, em torno dos 633 milhões de reais.

Mas a ida de Mina já estava acordada desde que Yerri veio para o Palmeiras, em 2016. Depois, ficou acordado que Mina só partiria após a Copa do Mundo, o que não aconteceu em função de problemas dos zagueiros do Barça (contusão e saída), de tal maneira que para o Palmeiras acabou sendo bom negócio, pois entre perdê-lo em alguns meses ganhando menos e saindo agora, por um preço maior, melhor assim. Dará tempo, no minimo para o entrosamento dos que vão ficar.Não só dos que permanecerem, mas tempo também para o técnico Roger Machado observar os zagueiros que tem às mãos e, se necessário, solicitar reforços para o setor. Já ouvi os tais ''sonhos futuros'' de torcedores falando em Gil  (ex- Corinthians), Miranda (da Inter de Milão) e como terceira opção o zagueiro Pablo, do Bordeaux(campeão brasileiro pelo Corinthians)-este, talvez o mais disponível, embora  menos sonhado

E como lembrança: entre os zagueiros que o Palmeiras já tem, há uma esperança de que se consolide, em tempos não muito distantes, um zagueiro muito valioso: Pedrão, 20 anos,futebol preciso e a mesma estatura de Mina, 1 m95.  Só que, por enquanto, Pedrão é uma boa promessa.

3- Eis uma novela que terminou ao contrário do que este blogueiro esperava: o colombiano Reinaldo Rueda preferiu sair do Flamengo- com quem tinha contrato até o final de 2018- para i treinar a Seleção do Chile. Talvez para Rueda seja menos problemático, pois entre dirigir um time de imensa torcida e que deseja os títulos ou uma Seleção para tentar a classificação para a Copa de 2022, com 4 anos  para trabalhar, talvez seja mais confortável. Talvez, pois falo por dedução.

Ágil, o Flamengo já contratou Paulo César Carpegiani para o lugar de Rueda. Dono de ótimo currículo, inclusive o técnico campeão do mundo pelo Fla em 1981 (vitória sobre o inglês Liverpool, 3 a 0), Carpegiani tambem foi um grande jogador, no Inter, no Fla e a Seleção Brasileira.

Pode dar certo- por quê não? Para todos os envolvidos nesta curta, mas intensa novela.