Blog do Avallone

Ponto bom para o Corinthians, mau para o São Paulo. E o Palmeiras…

Roberto Avallone

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

1- Lances polêmicos à parte- e já digo que não vi falta de Rodriguinho em Júnior Tavares, no gol de empate corintiano- o resumo da ópera foi o seguinte: o São Paulo foi melhor  no primeiro tempo, o próprio técnico Carille reconheceu que o Corinthians ficou devendo na etapa inicial; no segundo tempo , no entanto, com Marquinhos Gabriel no lugar de Jadson (que não estava bem), o Corinthians melhorou e chegou ao empate em jogada de indecisão de Junior Tavares, que acabou perdendo a bola e levando um drible de Rodriguinho, lance que terminou no gol de Clayson.

Para o São Paulo- que chegou a dar a impressão de que iria arrasar- o ponto conquistado foi muito pouco, insuficiente, pois que com as vitórias do Bahia (sobre o Grêmio, 1 a 0) e do Vitória (3 a 1, diante do Atlético Mineiro, fora de casa), ah , com esses resultados o tricolor permanece na zona do rebaixamento. Creio que sairá dela, mais cedo ou mais tarde, mas futebol, todos sabem, muitas vezes  dribla a lógica.

Já para o Corinthians- que não anda mostrando um bom futebol- o empate foi especial e, como disputou um primeiro turno fantástico, aproveita-se agora da ''gordurinha'' acumulada e está em situação muito confortável: 10 pontos na frente do segundo colocado, agora o Santos, despontando, ainda, como o grande favorito ao título. Mas aquilo que disse para o São Paulo, também serve para o Corinthians: o futebol, ah , o futebol já é veterano em surpreender.

Esperemos, pois pelas rodadas que faltam.

Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

2- O Palmeiras reagiu, pelo menos nos resultados. E neste domingo, controlou bem a partida contra o Fluminense, vencendo por 1 a 0 (golaço de Egídio) e criando outras boas chances (com

Juninho e Róger Guedes, por exemplo) para fazer o segundo gol que acabou não acontecendo.

Mas mesmo só com um golzinho, o Palmeiras empatou com o Grêmio em número de pontos (perde no critério de desempate), está a um ponto do Santos e a 11 do Corinthians. A diferença para o líder ainda é muito grande, é missão quase impossível desfazê-la, mas, matematicamente …

Na verdade, creio que o Palmeiras estará brigando para ficar entre os melhores, naquele duelo por um lugar na Libertadores. Mero palpite. Aliás, palpite óbvio. Mas sinto que a equipe está mais consistente, mais organizada e não ouso palpitar sobre o que exatamente acontecerá.

O jeito é esperar.