Blog do Avallone

Neymar, Corinthians, Deyverson, São Paulo…

Roberto Avallone

Foto: Divulgação

1- Agora é oficial: lá se foi Neymar do Barcelona, a caminho do Paris Saint Germain, levando nos pés de craque o sabor- ou o peso- da maior transação de todos os tempos, Na bela Paris terá a companhia, sim, de outros brasileiros (por exemplo, Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva), mas a ele fará companha, principalmente, a chance de ser o protagonista, de usar a camisa 10, de decolar, enfim, em breve tempo ao posto de melhor jogador do mundo.

Acredito no caminho vitorioso de Neymar, creio que é capaz de driblar o imponderável. Mas, fora de campo, a gente fica no ''acho'' e só no gramado ele poderá provar que a lógica não será derrotada. E que a fortuna gasta por seu futebol será só um mero detalhe- e que detalhe!-do espetáculo que está para começar.

2- A campanha do Corinthians neste Campeonato Brasileiro já foi reverenciada de quase todas as maneiras: extraordinária, incomum, fantástica… Justamente reverenciada, pois com 44 pontos em 18 rodadas tem pontuação capaz de fazer alguns de seus torcedores c om a indagação de que '' seremos campeões invictos?''

Não  creio que isso aconteça, são muitos os jogos pela frente, mas exibindo esse futebol simples e eficiente- que na quarta-feira venceu o Atlético Mineiro, 2 a 0, no Mineirão- já não ouso palpitar e nem duvidar de mais nada.Pode ser que não, mas pode ser que sim. Sei lá.

3- Não dá, ainda, para que se tenha uma noção mais exata do que pode ser Deyverson: tem bom toque de bola, dribla com eficiência, tem noção perfeita do espaço?Seria pedir demais que em três jogos ele já provasse tudo isso.

O que já pode dizer, no entanto, é que se trata de um atacante de verdade: guerreiro, destemido, com boa presença de área,sempre com a canhotinha pronta para disparar contra o gol.Aliás, ele já fez dois gols, um contra o Avaí e o da vitória contra o Botafogo- este, na noite de quarta-feira.

Bela surpresa, bela promessa.

4- Diante de mais de 53 mil pessoas no Morumbi- grande público!- o São Paulo foi derrotado pelo Coritiba, 2 a 1 (estava perdendo por 2 a 0), voltando à zona da degola que tinha deixado para trás na espetacular virada sobre o Botafogo (4 a 3), no sábado passado. O tricolor não jogou bem, Hernanes e Cueva não repetiram as boas atuações do último fim de semana e o goleiro Wilson, do Coxa, foi um ''paredão''.

O jeito agora é recomeçar.