Blog do Avallone

Corinthians e as faixas do 28 vezes campeão paulista

Roberto Avallone

Agência Corinthians

Depois do que se viu neste domingo, em Campinas, a questão é a seguinte: o Corinthians já encomendou as faixas dos jogadores campeões? Se ainda não, pode, com certeza, providenciá-la, pois a façanha está consumada. Pela vigésima- oitava vez (28!) o Corinthians levantará o caneco de campeão paulista, conquista que embora não tenha o peso de outros tempos, é significativa, sim, tanto para o campeão como para os rivais que deixaram escapar a chance.

Quanto ao futebol, foi um passeio corintiano. Não pelo volume de jogo, mas pela eficiência, pois além de vencer por 3 a 0, foi o time que criou outras chances de gol, enquanto a Ponte Preta, irreconhecível só fazia correr e fazer ''fumaça''- como se diz na gíria do futebol-, sem oferecer perigo ou sem dar nenhum grande susto no goleiro Cássio.

Bem postado, o Corinthians tinha os laterais com boa performance- Fagner e Arana- a segurança da zaga de área (Pablo e Balbuena), Jô servindo muito bem como pivô e, principalmente, dois meias de qualidade Jadson e Rodriguinho- sendo este, na minha opinião, o melhor e mais decisivo jogador em campo, marcando dois gol, um der canhota e outro de cabeça. Por sua vez, além dos toques de habilidade, Jadson marcou o outro gol,em chute cruzado, de direita.

Não estou falando de futebol brilhante ou de jogadas plásticas, mas de eficiência e fidelidade àquilo que ao que se propôs o Corinthians. Neste quesito, brilhante! E por mais que o futebol pregue lá as suas peças, não vejo como a Ponte Preta possa reverter essa situação de ser, mais uma vez, vice do Corinthians. O vice já está de bom tamanho pelo futebol apresentado.

Ao legítimo campeão Corinthians, as batatas! Que são dos vencedores, segundo Mestre Machado de Assis.