Blog do Avallone

Ponte e Palmeiras, São Paulo e Corinthians. Santos injustiçado?

Roberto Avallone

Foto: Antônio Cícero/Photopress/Estadão Contéudo

1- Começo pelo Santos, respondendo à minha própria pergunta. Em minha opinião, não foi injusta, não, a eliminação do Santos. E nem me refiro ao jogo desta segunda-feira à noite, com mais de 37 mil pessoas presentes ao Pacaembu, pois no tempo regulamentar o Santos foi melhor do que a Ponte, vencendo- com justiça- por 1 a 0, em belo gol de David Braz. A derrota só aconteceu na decisão por pênaltis, 5 a 4 para Ponte Preta.

Refiro-me especialmente à campanha do Santos do Campeonato, aí incluindo a derrota para Ponte- também por 1 a 0, gol de Pottker-, em Campinas, primeiro jogo da quarta-de-final, quando a equipe santista atuou muito mal e foi vencida pelo time campineiro com toda a justiça.

Foi, na verdade, um jogo de 180 minutos, uma vitória para cada lado.

Ao longo da campanha, volto ao tema, o Santos colecionou alguns resultados desagradáveis. Por exemplo, perdeu todos os clássicos disputados- para São Paulo, 3 a 1, na Vila; para o Corinthians, 1 a 0, na Arena corintiana; e para o Palmeiras, 2 a 1, de virada, na Vila Belmiro. Como se isso não bastasse, foi vencido- também na Vila- pela Ferroviária de Araquara, por 1 a 0.

Diante de pífia campanha- levando-se em consideração que há oito nos o Santos vinha se tornando o ''Rei do Paulistão'' não há muito o que a torcida santista lamentar. Melhor será esperar pelos reforços que já se fazem mais do que necessários. E para que alguns jogadores- Ricardo Oliveira, por exemplo, voltem à forma habitual.

2- O chamado Trio de Ferro e a Ponte Preta- eis os semifinalistas do Campeonato Paulista. Já de cara, no domingo, deveremos ter o Majestosos, São Paulo e Corinthians, no Morumbi; lembrando que na fase de classificação, houve empate de 1 a 1, com o tricolor ainda na frente, gol de Maicom, e os corintianos buscando o empate, gol de Jô. Embora o São Paulo tinha feito mais gols nos últimos tempos, não dá para cravá-lo como favorito-nem mesmo por jogar em casa, Não há nenhuma previsão sobre este clássico.

Já o Palmeiras, embora jogue a primeira partida em Campinas, talvez tenha um ligeiro favoritismo para o saldo dos dois jogos que disputará contra a Ponte Preta.Talvez, eu disse, pois aprendemos que futebol se ganha mesmo é no campo e não na teoria ou nas previsões.

Caminho aberto para os quatro, pois, na luta para decidir o título.