Blog do Avallone

E os grandes perderam pontos na estreia do mata-mata

Roberto Avallone

No caso do Santos, é bom que se diga que foi derrotado com justiça pela Ponte Preta (1 a 0, gol de Willian Pottker), neste sábado, em Campinas. Até o técnico santista, Dorival Júnior, reconheceu que a vitória da Ponte foi justa. E poderia ter sido por mais de um gol, se o artilheiro Pottker não tivesse chutado no rosto do bom goleiro Vanderlei (que estava caído) a chance claríssima de ampliar a contagem.

Mas quanto ao empate sem gols de Botafogo e Corinthians, em Ribeirão Preto, creio que o derrotado foi o futebol, de tão ruim a partida. Uma das piores dos últimos tempos. Explicação? Bem, segundo o lateral- direito corintiano Fagner, mais por culpa do gramado,''pesado, o que deu só em correria e chutões''. Pode até ser, em parte. Mas é duro aceitar um jogo desse em, bem ou mal, disputa de uma vaga para a semifinal do Campeonato Paulista. Meu Deus!

Agora, em termos de resultado, nada está perdido para o Santos e a situação ficou até boa para o Corinthians- este decidirá em casa, na sua Arena, a vaga para a semifinal, dependendo somente de uma vitória simples contra um adversário que já se mostrou com poucas qualidades técnicas.

Para o Santos, embora, repito, nada estar perdido, é preciso vencer com autoridade e exibir um futebol mais à altura de sua fama. A Ponte não tem nenhum esquadrão, mas seu sistema defensivo  é sólido e, à frente, Pottker-se puder jogar-, um perigo, pois une força e velocidade em suas arrancadas.

E tudo dependerá muito de Lucas Lima.