Blog do Avallone

No Choque- Rei: Palmeiras, 3 a 0! Com mais um gol por cobertura

Roberto Avallone

Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Disputando um ótimo segundo tempo, o Palmeiras ganhou bem do São Paulo, 3 a 0, placar que muitos consideram goleada. Vitória justíssima. E com direito a dois golaços. O primeiro ainda na etapa inicial, no finzinho, com Dudu de muito longe encobrindo o goleiro Denis- a exemplo do gol de Robinho em Rogério Ceni, no ano passado, vitória também por 3 a 0- e Tchê- Tchê, já na etapa final, após driblar o marcador e arrematar de canhota. O terceiro gol foi marcado por Guerra, após bola dividida entre Borja e o goleiro Denis.

E importante para o Palmeiras foi superar a ausência de cinco titulares no início do jogo-Jean, Zá Roberto, Felipe Melo, Borja e Keno-, embora o São Paulo sentisse demais a ausência de Cueva, de Maicon e do goleiro Sidão- todos machucados. Dono de bom e farto elenco, no entanto, a equipe dirigida por Eduardo Baptista teve nos substitutos jogadores à altura, inclusive Thiago Santos, um dos melhores do time no Choque- Rei.

Como o tricolor não tem tantas peças de reposição, ainda lutou muito e no primeiro tempo disputou jogo equilibrado. Até acontecer o golaço de Dudu, jogador que vive fase especial. Depois, na etapa final prevaleceu o Palmeiras e o próprio Rogério Ceni reconhece o valor do adversário ''que chutou 15 vezes a gol, contra 10 de nossa parte''.

Essa vitória sobre o velho rival, enche o Palmeiras de confiança para a sequência da Taça Libertadores- já na quarta-feira, contra o boliviano Jorge Wilstermann, que goleou o Peñarol por 6 a 2- ainda mais que o público deve ser ainda maior do que o bom movimento as arquibancadas no clássico, com mais de 36 mil pagantes.

Triunfo que veio em boa hora, pois não?