Blog do Avallone

Destaques no Mercado da Bola. E bastidores decisivos

Roberto Avallone

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

1- Após o recesso, eis-me de novo a batucar o teclado, visando, inicialmente o Mercado da Bola, que agita o torcedor e faz as novidades dos times:

a)  Bem mais tímido do que já foi, até porque se o dinheiro é farto para os chineses em suas transferências, a cautela, reina, com razão por aqui. Entre os negócios de oportunidades, vejamos o caso Conca no Flamengo, que veio para o Fla em função da esperança de recuperar-se de sua contusão no joelho esquerdo, sem custos e passando a receber creio que 1/3 de seu salário só quando puder atuar, abril ou maio. Seja como for, Conca é bela atração.

b)  Ativo no Mercado, mas ainda sem contar com o centroavante esperado-sonha com Lucas Pratto ou Miguel Borja para a camisa 9-, o Palmeiras vem contratando desde o fim do ano passado, alguns de renome e sem custos nos passes- Michel Bastos e Felipe Melo-, outros que ainda são promessas-Hyoran e Raphael Veiga- ou que fizeram bom Campeonato- como Keno, por exemplo. À exceção do goleador para o lugar de Gabriel Jesus- que pode ter ajuda da patrocinadora- houve prudência, sem gastança.

c) Gastança também não houve no Santos (Leandro Donizete, 34 anos , sem custos, pareceu-me boa contratação), no São Paulo- Wellington Nem e Cícero vieram sem onerar o clube-, no Corinthians- Pottker seria boa pedida para o ataque-, na maioria dos clubes brasileiros.

São outros os tempos. Tempos talvez até mais sensatos, pois o futebol também acompanha as incertezas da Economia nacional e qualquer gasto acima do normal com um jogador pode afetar a vida de um clube por muito tempo. Valeria a pena?

Enfim, a impressão que se tem é a de que vai começar agora, efetivamente, a agitação do Mercado Bola. Com juízo, no entanto.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

2- Dias agitados no Corinthians, com as cobranças de gente influente ao presidente Roberto de Andrade. Mas não acredito em impeachment e nem mesmo na licença de três meses de Roberto; por palpite, mero palpite, creio que vai dar uma costura politica, mas com força à chamada '' junta'' para ter papel relevante na direção do clube.

Foto: Cesar Greco/FotoArena

Foto: Cesar Greco/FotoArena

3- Palestrino de pura cepa, sócio do clube desde 1954 (ainda menino), Seraphim Del Grande será candidato à presidência do Conselho Deliberativo do Palmeiras.